Espartilho, corset, corselet. Esses nomes já te dão medo?  Só de imaginar você usando no dia a dia já se sente uma piriguete? Que nada, mulher! Veja como adaptar essas peças no seu closet:

Essas são as peças mais femininas que já criaram. Na época em que foi inventado (século XVI), servia pra afinar a cintura das meninas, valorizar os seios e deixar a silhueta mais magrinha.

Apertavam tanto e tinham tantos ferrinhos que era quase uma tortura medieval. Mas os tempos passaram e não precisamos mais sofrer. Existem muitos modelos lindos e super confortáveis hoje em dia (claro que não é aquele conforto de uma blusa larguinha mas vocês entenderam).

Na hora de usar fora do motel  precisamos ter alguns cuidados: essa peça tem uma carga sensual muito grande, por isso é interessante coordenar com peças mais larguinhas, despojadas, etc. Fica super bem com saias mais armadas, calças e bermudas mais folgadinhas, peças de alfaiataria, elementos masculinos, etc.

As peças com “menos cara de lingerie” é mais tranquilo de combinar. Tome cuidado com os corselets com renda, decotes profundos, espartilho nas costas, etc. Com esses prefira sempre colocar algo por cima, como um blazer, uma jaqueta jeans, uma camisa etc e evite usas combinado com peças como botas acima do joelho e saias muito curtas.

Quem vai se arriscar a usar essa peça tão feminina e acabar de uma vez por todas com o preconceito?